Pequenas Empresas: como usar a tecnologia a seu favor

Como gerenciar melhor seus funcionários
16 de abril de 2019
Pró-labore e divisão de lucros: qual a diferença?
13 de maio de 2019

A internet mudou radicalmente o universo das pequenas empresas. Novos produtos e serviços surgiram para abrir novos mercados, atingindo novos clientes. Isso representa mais diversidade e maiores chances de sucesso empresarial.

Mas a tecnologia também encerrou diversas empresas. Quem diria que os táxis perderiam mercado com a chegada da Uber? Ou que as vídeolocadoras fechariam em massa com o surgimento da Netflix.

Pois é, o mercado que dá também tira. É preciso estar atento para aproveitar as tendências digitais e não acabar se tornando obsoleto.

Se você é dono de uma pequena empresa e busca usar a tecnologia em prol do seu negócio, acompanhe nossas dicas sobre o tema.

Conecte-se aos seus clientes

 O escritor Stephen Covey previu, ainda nos anos 80, a mudança que a tecnologia traria para a nossa sociedade. Segundo ele:

“A tecnologia irá reinventar o mundo dos negócios, mas as relações humanas continuarão a ser a chave do sucesso.”

A regra é simples: os canais de comunicação digital servem para aproximar empresas e consumidores. Parece óbvio, mas muitas empresas se esquecem disso. Diversos negócios investem grandes quantias de dinheiro em projetos de modernização que, na prática, não cumprem com o objetivo básico: ouvir e se conectar ao cliente.

Um exemplo claro é a produtora de filmes e séries HBO. Há pouco tempo a empresa lançou o aplicativo HBO Go, um canal para que seus clientes possam assinar a programação do canal, sem depender de planos com as grandes empresas de TV por assinatura.

A ideia é muito boa, resolve diretamente um problema de milhões de consumidores que gostam da programação da HBO, mas não precisam assinar diversos canais para poder usufruir disso. Só que na prática o HBO Go se mostrou um grande problema. Em épocas de estreias de grandes temporadas de séries o sistema simplesmente não suporta o grande número de acessos.

Resultado: a HBO enfrenta uma queda de assinantes e sofre com a enorme pirataria de suas produções.  

Use a internet a seu favor

A crise das livrarias no Brasil é um outro exemplo de como a internet pode abrir ou fechar um mercado num piscar de olhos. Com a chegada da gigante Amazon ao país, o preço do livro passou a ser mais competitivo e as grandes redes de revenda, como Cultura e Leitura, começaram a enfrentar sérios problemas para oferecer produtos mais baratos. Isso culminou no fechamento de diversas lojas e num pedido de recuperação judicial.

Por outro lado, as pequenas livrarias especializadas em temas como idiomas, direito ou poesia, passaram a conquistar cada vez mais clientes em busca de lugares originais. Os sebos, especializadas em livros usados, aproveitaram as ferramentas digitais para alavancar suas vendas e expandir suas entregas por todo o país.

Uma boa maneira de explorar as vantagens do mercado digital é investir em um bom e-commerce para sua empresa. Muitos clientes preferem visitar a loja e pedir produtos online, dada a comodidade de receber em casa. O e-commerce funciona ainda como um ótimo cartão de visitas para a sua empresa. Se o seu site de vendas for dinâmico e atraente, ele passará a ideia de um negócio comprometido com a qualidade.

Para a pequena empresa, marketing é a chave do negócio

Uma excelente empresa sem marketing é como uma pérola dentro da concha. Seu valor precisa ser divulgado para que o seu negócio atraia os clientes certos. Nem sempre é fácil. Muitas empresas confundem marketing com divulgação pura e simples.

Divulgar é apenas dizer aos outros sobre o seu negócio. Marketing é mostrar aos outros como o seu negócio é relevante. Uma boa estratégia de marketing digital fará com que os clientes valorizem o seu trabalho como administrador e reconheçam seus produtos e serviços como diferenciados.

Para criar uma boa estratégia de marketing digital para sua pequena empresa, considere os seguintes pontos:

O quê?

Qual o produto carro-chefe de sua empresa? Qual o seu melhor serviço? No que você e seus funcionários são realmente bons? Determine claramente o que você oferecerá ao mercado e busque sempre a excelência nos seus serviços.

Para quem?

Quem é o seu público-alvo? Quem é o seu consumidor ideal? Defina para quem você venderá antes de começar a pensar em vender. Todo produto deve ter um comprador e é obrigação do empreendedor determinar essa visão claramente.

Como?

O seu produto poderá ser vendido online ou apenas em lojas físicas? O seu serviço pode ser prestado em grande escala ou apenas localmente? Sua empresa poderá atuar em todo o Brasil ou apenas em seu bairro? De que forma os clientes poderão conhecer o seu produto? Estabeleça a melhor forma para vincular o seu produto e crie canais de atendimento que facilitem a vida de seus consumidores.

Mantenha sua empresa em dia

Abrir um e-commerce, investir em marketing digital, criar serviços e produtos inovadores – tudo isso poderá drenar o seu tempo e foco como administrador. O resultado poderá ser uma empresa moderna e antenada, mas com sérios problemas de organização interna e fluxo de caixa.

A verdade é que nenhum negócio se mantém de pé sem uma estrutura interna coesa e sólida. Ao iniciar um planejamento estratégico de modernização de sua empresa, atente para os seguintes fatores:

Treinamento de funcionários

Atendimento de qualidade e equipe satisfeita com o ambiente de trabalho são as bases para uma empresa vitoriosa. Fique atento ao nível de qualidade de seus funcionários. Busque os melhores profissionais e invista no aprimoramento de suas equipes. O resultado são empregados competentes, que vestem a camisa do seu negócio e clientes satisfeitos com a sua empresa.

Capacitação dos gestores

Não pense que apenas os seus funcionários devam passar por processos de qualificação. Uma empresa precisa de gestores habilitados a tomar decisões e a enfrentar desafios. Nem sempre a prática é suficiente para nos ensinar tudo o que o universo empreendedor tem a dizer. Aposte em cursos, palestras ou até mesmo em formação superior ou mestrados em administração e áreas afins.

Contas em dia

Mantenha sempre um bom fluxo de caixa, com um controle rigoroso do que entra e sai da conta da empresa. Estabeleça metas de vendas e também objetivos de cortes de gastos.

A regra não poderia ser mais clara: o lucro é a combinação de mais vendas e menos gastos. Cancele todos os gastos desnecessários, enxugue seu orçamento ao máximo e analise, mensalmente, como sua pequena empresa está indo.

Para isso a ajuda de um contador será fundamental. Ele é o profissional responsável por orientar o empresário nas melhores práticas de gerenciamento. Com um bom planejamento contábil sua empresa poderá reduzir gastos com impostos, garantir uma boa relação trabalhista com seus funcionários e ainda manter todos os seus documentos e obrigações legais em dia.

Resumindo

A tecnologia abriu um novo mercado para as empresas brasileiras. Atualmente, qualquer um pode tirar suas ideias do papel e iniciar um negócio com a ajuda da internet. Mas para que as empresas se firmem diante da concorrência é fundamental cumprir com algumas regras

Seja qual for o tamanho, estilo e objetivo de sua empresa, ela precisará sempre da ajuda de um bom serviço contábil para inovar. A ILS é especializada no assunto e oferece as melhores soluções. Vamos trocar ideia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *