Holding Patrimonial: tudo o que você precisa saber

Como vender no Mercado Livre ILS Contabilidade
7 dicas para vender mais no Mercado Livre
3 de dezembro de 2018
Saiba tudo sobre contabilidade para salões de beleza
17 de dezembro de 2018
Holding Patrimonial ILS Contabilidade

A boa administração de bens é fundamental para garantir tranquilidade e lucratividade. Quando falamos em gerir os bens de uma família o Holding Patrimonial surge como uma solução vantajosa que garante menos burocracia e menos impostos, além de evitar eventuais problemas jurídicos.

Criamos este artigo para explicar tudo sobre o Holding Patrimonial e como ele pode ajudar você a manter um melhor controle sobre seus bens. Mas antes, vamos compreender exatamente o que é Holding Patrimonial:

O que é Holding Patrimonial?

Holding vem do termo em inglês to hold, ou seja, segurar, manter ou controlar. Aqui nos referimos ao poder de controlar bens patrimoniais de maneira segura e eficaz.

O Holding Patrimonial é uma empresa criada para controlar o patrimônio de um gestor através da simplificação financeira e tributária, centralizando todas as ações e direitos numa única instituição. O Holding Patrimonial funciona como uma empresa-mor, pensada para a administração de bens como imóveis, terrenos, veículos etc. Deste modo é criado um modelo único de controle de gestão.

Tipos de holding

Uma holding pode ser pura, participando ativamente da sociedade de outras empresas, ou mista, composta de diversos setores financeiros. A holding promove assim maior segurança na sucessão empresarial, pois, não importa as mudanças estratégias de seus acionistas, ela permanece como soberana no processo de mudança de donos, heranças e demais questões administrativas.

Quando falamos de Holding Patrimonial queremos dizer que se trata de uma holding criada para ajudar a gerir patrimônios e bens familiares, especialmente imóveis, simplificando a gerência desses bens e facilitando a administração de encargos tributários.

Desta forma os imóveis e bens são geridos através de uma pessoa jurídica, se beneficiando das vantagens deste modelo. O Holding Patrimonial pode ser constituído de forma limitada ou numa sociedade anônima, como veremos a seguir.

É importante lembrar que para constituir uma Holding Patrimonial eficiente e de acordo com a lei tributária é preciso contar com um profissional experiente na área. Esse profissional será responsável tanto pela constituição quanto boa manutenção da holding.

 

Quais são os benefícios de uma Holding Patrimonial?

O Holding Patrimonial é pensado para promover melhor gestão de diversos bens familiares, esse modelo apresenta diversas vantagens. As principais são:

 

Redução de impostos

Manter diversos bens em nome de uma pessoa física sai muito mais caro do que fazer o mesmo procedimento através de um Holding Patrimonial. Em média a carga de impostos de uma pessoa física representa algo em torno de 27,5% de tributação pelo Imposto de Renda. Para pessoas jurídicas a carga tributária é de em média 11,30%.

Outra vantagem é em relação aos rendimentos provenientes dos bens. Os acionistas que ganham proveitos dos imóveis cobertos pelo Holding Patrimonial, como a locação de imóveis ou exploração financeira dos mesmos, recebem também os benefícios da redução tributária.

 

Simplificação de gestão

Ter todos os bens geridos através de uma Holding Patrimonial representa mais facilidade de administração. Obtém-se um maior controle sobre os bens evitando problemas tanto de tributação quanto de eventuais divisões patrimoniais. Para se ter uma ideia, o tempo médio de um inventário pode chegar em até 5 anos. Numa Holding Patrimonial o processo todo é completado em média em 30 dias.

 

Proteção patrimonial

Com uma Holding Patrimonial é possível especificar todo o processo de sucessão e heranças, evitando dores de cabeça e problemas judiciais com a partilha de bens. Todo o processo de partilha é previsto na constituição da Holding Patrimonial, evitando atritos futuros no caso de falecimentos dos gestores principais. É possível ainda criar uma blindagem patrimonial, protegendo seus bens em casos de divórcio ou sucessão.

 

Planejamento econômico

O Holding Patrimonial é pensado para promover a harmonia entre os negócios familiares, desta forma todo o processo de gestão de bens se torna mais transparente, evitando que membros da família paguem mais tributações que os outros, ou que haja desequilíbrio entre a partilha dos lucros dos bens administrados. Tal qual numa empresa tradicional, cada sócio tem sua participação nos lucros definida de maneira clara, promovendo um controle financeiro mais justo e eficaz.

 

Gestão profissional

Numa Holding Patrimonial cada membro da família se torna sócio da empresa constituída. Isso transforma a gestão de bens numa prática profissional, demandando mais atenção e dedicação de cada um dos envolvidos. Assim, cada bem é gerido como um ativo, que deve ser visto como fonte de lucro para a boa manutenção da holding. No caso de imóveis que gerem renda, cada membro da família está apto a receber pró-labores mensais, tal qual numa empresa. Isso integraliza a gestão e torna a administração dos bens mais funcional.

 

Administração tributária eficiente

Não basta apenas reduzir os impostos cobrados sobre os bens familiares, é preciso fazer isso de acordo com a lei para evitar problemas futuros com a Receita Federal. Todo o processo de ajuste tributário de uma Holding Patrimonial é feito para economizar encargos de modo legal a longo prazo. Não se trata aqui de uma solução paliativa, mas de um projeto de gestão que se estende a outras gerações familiares, garantindo aos sócios total tranquilidade no presente e no futuro.

 

Como criar uma Holding Patrimonial?

Primeiro é preciso determinar que tipo de empresa será criada, se uma sociedade limitada (LTDA) ou sociedade anônima (SA).

As sociedades limitadas possuem processo mais simplificado de constituição e, por consequência, mais barato de ser implementado. Ela é ideal para famílias que desejem reger seus bens de modo mais fechado, sem a participação de sócios externos no contrato social. Cada sócio conta com uma cota fixa e todas as atribuições são especificadas no contrato.

Já as sociedades anônimas possibilitam uma maior abertura. O processo é um pouco mais burocrático e mais caro de ser implementado. A principal vantagem deste modelo é a possibilidade de um plano sucessório mais amplo, com a chance de divisão de patrimônio em ações ordinárias (com direito a voto) e ações preferenciais (sem direito a voto). Num caso de partilha, cada sócio poderá vender suas cotas a outros sócios de fora da constituição original.

Determinado o tipo de contrato a ser firmado, deve-se buscar um especialista no assunto que dirá os demais trâmites da constituição da holding. Nós da ILS Contabilidade somos especializados no assunto e estamos prontos para lhe ajudar a criar uma Holding Patrimonial eficiente.

 

Conclusão

Se você pensa em gerir melhor os bens de sua família, alcançado harmonia e melhor poder de administração, a Holding Patrimonial poderá lhe ajudar nesta tarefa.

Na ILS Contabilidade você receberá toda a orientação contábil para garantir que sua família, e as gerações futuras, poderão usufruir da melhor maneira dos bens adquiridos. O Holding Patrimonial foi pensado para que você tenha menos impostos, obtendo mais lucro e tranquilidade na hora de administrar seus bens.

Os comentários estão encerrados.