Como gerenciar melhor seus funcionários

Abrir empresa: 5 coisas que ninguém te conta
9 de abril de 2019
Pequenas Empresas: como usar a tecnologia a seu favor
6 de maio de 2019

O time de funcionários é parte do motor que mantém sua empresa em bom funcionamento. Quanto melhor for a relação do empresário com seus subordinados, mais produtivo e dinâmico seu negócio será.

Todos sabemos que gerenciar pessoas nem sempre é um processo fácil. Demanda muito esforço, empatia, poder de comunicação e disciplina. Esta é uma prática diária, que deve estar no centro de diversas ações estratégicas de sua empresa.

Para garantir que o seu negócio tenha o melhor gerenciamento de funcionários, separamos alguns modelos de boas práticas em Recursos Humanos que serão de grande ajuda.

Mas antes de tudo, vamos entender o que são os Recursos Humanos de uma empresa e como eles podem ser administrados com excelência.

O famoso “RH”

A gestão de Recursos Humanos é uma série de práticas administrativas que buscam a melhor gerência de todos os funcionários de uma empresa ou instituição. Ela visa não apenas a maior lucratividade de um negócio, mas o bom ambiente de trabalho, a qualidade do serviço prestado e a satisfação dos empregados com o seu empregador.

Toda a relação entre gestores e funcionários deve ser mantida dentro de uma política de boa convivência. Esse modelo tem por objetivo também integrar a qualidade da gestão interna com o serviço que é prestado ao cliente.

Ou seja, o bom relacionamento entre os colegas de trabalho se reflete em um atendimento de maior qualidade. Tanto a empresa, quanto os funcionários e consumidores saem ganhando.

A gestão de Recursos Humanos é ainda um mecanismo de controle de questões trabalhistas. Horas extras, folgas, escalas, bonificações e outros assuntos da rotina legal dos empregados são acompanhados de perto. Assim, a empresa cumpre com todas as suas obrigações, evitando eventuais problemas judiciais trabalhistas.

Esta é uma função que deve ser acompanhada de perto pela empresa, que deve sempre contar com a ajuda de um contador experiente. Qualquer falha na gestão de Recursos Humanos pode render grandes dores de cabeça ao empresário, portanto, fique atento.

Escolhendo os melhores profissionais

Antigamente, as empresas contratavam seus funcionários através de práticas pouco produtivas, como a simples indicação ou de acordo com a necessidade.

Muitas empresas recrutavam seus profissionais sem seguir critérios rigorosos de seleção, o que gerava um número alto de inadequações, demissões e dispendiosos processos de busca por novos profissionais.

Com a mudança de mercado se tornou cada vez mais evidente que as empresas não podem perder tempo com processos seletivos improdutivos. A cada contratação há um gasto considerável em treinamento, formação e também em encargos trabalhistas.

Isso aponta para a utilização de serviços terceirizados de recrutamento, onde especialistas em RH fazem toda a triagem em busca dos melhores perfis para a sua empresa.

O primeiro passo para uma boa gerência de seus funcionários é iniciar um processo de seleção estratégico. Determine qual tipo de profissional sua empresa precisa, qual o seu perfil de formação e experiência, suas habilidades interpessoais e quanto sua empresa estará a disposta a pagar por seus serviços.

É importante lembrar: profissionais qualificados demandam mais custos para a empresa, mas são sinônimo de maior qualidade, eficiência e versatilidade.

Investir em um bom recrutamento se reflete como uma grande economia de tempo e dinheiro, otimizando os processos internos de seu negócio e garantindo que o seu time de empregados esteja alinhado aos ideais da sua administração.

O recrutamento pode atuar basicamente em três linhas:

Assessment: prática que avalia o comportamento dos candidatos ao cargo tendo como referência diversos parâmetros psicológicos e comportamentais. Podem ser usados testes, entrevistas e atividades individuais ou de grupo.

Headhunting: esta é uma ação específica para cargos de alta gerência, envolvendo maiores responsabilidades. É muito usada para preencher postos de coordenação ou presidência de empresas. É focada em encontrar profissionais de alta performance, com grande experiência ou excelente formação.

Management: este recurso é utilizado para preencher cargos com certa urgência, portanto, trata-se de um processo seletivo mais célere e otimizado. É ideal para empresas com necessidade imediata de encontrar bons profissionais.

Estabelecendo uma rotina empresarial de qualidade

Cada empresa possui seu perfil de gerenciamento de funcionários. A maioria das grandes empresas buscam estimular a criatividade e dedicação de seus colaboradores com regras mais flexíveis de trabalho e convivência.

Algumas empresas disponibilizam ambientes onde os empregados possuem maior liberdade de comportamento, com dress code (regras de vestimenta) menos rígido, ambiente para pausas, jogos e recreação.

Outros tipos de corporações prezam pelo modelo tradicional de comportamento corporativo, com o uso de uniforme, pausas pré-determinadas e um controle mais rígido do comportamento de seus empregados.

O importante é que sua empresa tenha sempre um canal para o diálogo constante com seus funcionários, e que tanto o empregador quanto seus empregados se sintam confortáveis para apontar melhorias dentro do modo como a empresa se desenvolve.

4 dicas de ouro para gerenciar melhor seus funcionários

1 – Saiba delegar funções

Um dos maiores erros do mundo empresarial é a ideia de que gerentes e gestores devem fazer tudo sozinhos. Se isso fosse verdade, não seria preciso contratar ninguém para trabalhar em sua empresa, certo?

O ideal é dividir o seu time considerando as características de cada um dos empregados.

Alguns são mais criativos, perfeitos para resolverem problemas que demandam inovação e uma mudança no ponto de vista. Outros funcionários são mais objetivos e devem ser incentivados a atuarem em resoluções de conflitos ou em problemas mais diretos. Há ainda os funcionários de perfil mais racional, que podem se destacar em funções que demandem raciocínio lógico e maior frieza emocional.

2 – Não deixe os problemas crescerem

Uma empresa pode ser vista como um grande e belo jardim. Seu terreno é fértil para que se possa plantar toda sorte de coisas belas e úteis. Mas a fertilidade criativa de uma empresa pode abrir espaço também para o nascimento de ervas daninhas. O comportamento pouco profissional, os atritos, a falta de empatia ou a preguiça são problemas sérios, que minam a reputação de uma empresa no mercado.

Todo problema grave começa como uma pequena fagulha. É obrigação do gestor apagar essas chamas antes que tomem conta do prédio inteiro.

Converse com seus empregados deixando bem claro as diretrizes da empresa e norteie suas ações para manter o melhor clima de trabalho possível.

3 – Crie estratégias de endomarketing

O endomarketing é uma forma de marketing interno, feita para motivar e orientar seus funcionários e colaboradores. Ela é uma técnica muito eficiente para criar times mais coesos e confiantes, e pode ajudar sua empresa a atingir metas de vendas ou a expandir seu mercado de atuação.

Com uma boa ação de endomarketing você não apenas criará um ambiente de trabalho mais proativo, mas atrairá os olhos de novos funcionários mais capacitados.

Empresas como Google, Apple e O Boticário são conhecidas por serem ótimos ambientes de trabalho. Isso gera uma verdadeira disputa por suas vagas, garantindo que a empresa sempre tenha à sua disposição o melhor time de colaboradores.

4 – Aposte em treinamento

Cada centavo investido em treinamento de pessoal retornará na forma de qualidade de serviços para a empresa. Permita que sua empresa seja um lugar de aprendizagem e que seus funcionários cresçam pessoal e profissionalmente.

Quanto mais o seu negócio se dedicar em formar bons profissionais, maior será o seu poder dentro do mercado.

A Uni ILS é um espaço pensado para ajudar sua empresa com cursos, palestras e ações de formação, recrutamento e capacitação de pessoal. Você terá um time de especialistas dedicados a despertar em seus funcionários suas melhores capacidades.

Os comentários estão encerrados.